Utilização de artefatos da Contabilidade Gerencial por empresas integrantes do ranking de crescimento empresarial de ICMS no Piauí

Ana Méssias Cardoso de Sousa, David Stanhy Carvalho Silva, Larissa Sepúlveda de Andrade Ribeiro, Karenn Patrícia Silva Siqueira

Resumo


O objetivo norteador desta pesquisa foi analisar a utilização de artefatos da Contabilidade Gerencial por empresas integrantes do ranking de Crescimento Empresarial de ICMS no ano de 2015 localizadas na cidade de Teresina/Piauí. Para tanto, adotou-se como procedimento metodológico a realização de um levantamento do tipo survey, cuja coleta de dados ocorreu predominantemente de forma presencial, com a aplicação de questionários junto aos gestores de 19 empresas as quais compuseram a amostra deste estudo. Os dados coletados em campo foram analisados utilizando-se os métodos da estatística descritiva realizada com o auxílio do software Excel 2007. Dentre os principais resultados, constatou-se que das 15 empresas que possuem Contabilidade Gerencial (78,9% da amostra), todas utilizam artefatos tradicionais, sendo observado um aumento da utilização dos artefatos pelas empresas com maior tempo de atuação no mercado. Foi observado também, que as empresas de Médio Grande porte utilizam mais artefatos tradicionais do que modernos. E que as empresas que tiveram maior crescimento empresarial também foram as que mais utilizaram artefatos modernos. Portanto, esses resultados permitiram concluir que a utilização de artefatos tradicionais e modernos da Contabilidade Gerencial pode contribuir para um melhor desempenho organizacional.


The objective of this research was to analyze the use of Management Accounting artifacts by companies that are part of the ICMS Business Growth ranking in the year 2015 located in the city of Teresina/Piauí. For this purpose, a survey was carried out as a methodological procedure, whose data collection took place predominantly in person, with the application of a questionnaire to the managers of 19 companies, which composed the sample of this study. The data collected in the field were analyzed using the methods of descriptive statistics performed in Excel 2007. Among the main results, it was verified that of the 15 companies that have Management Accounting (78.9% of the sample), all use traditional artifacts, being observed an increase of the use of the artifacts by the companies with greater time of operation in the market. It was also observed that the companies of Medium-Large use more traditional artifacts than modern ones. The companies that had the highest business growth were also the ones that most used modern artifacts. Therefore, these results allowed to conclude that the use of traditional and modern artifacts of Management Accounting can contribute to a better organizational performance.



Palavras-chave


Contabilidade gerencial; Artefatos tradicionais; Artefatos modernos

Texto completo:

PDF

Referências


ADELEGAN, O. J. Management accounting practices in Nigerian companies. IFAC, 2001.

ANDRADE, L. C. M. et al. Determinantes para a utilização de práticas de contabilidade gerencial estratégica: um estudo empírico. Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 98-125, jan./fev. 2013.

ATKINSON, A. A. et al. Contabilidade gerencial: informação para tomada de decisão e execução da estratégia. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2015.

BEUREN, I. M. (Org.). Como elaborar trabalhos monográficos em Contabilidade: teoria e prática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas. BNDES: Brasil, 2015. Disponível em: https://web.bndes.gov.br/bib/jspui/bitstream/1408/4261/1/Cartilha%20MPME%202015.pdf. Acesso em: 29 ago. 2016.

BOGDĂNOIU, C.; MIREA, C. G. Management accounting from theory to practice. Journal of Applied Economic Sciences, v. 8, n. 1, p. 22-28, 2013.

COLARES, A. C. V.; FERREIRA; C. O. Aplicação de artefatos gerenciais de contabilidade nas empresas mineiras prestadoras de serviços sob a ótica das variáveis de setor e porte. Revista Mineira de Contabilidade, Minas Gerais, v. 14, n. 52, p. 16-25, out./dez. 2013.

DEAN, G. W.; JOYE, M. P.; BLAYNEY, P. J. Strategic management accounting survey: overhead cost allocation & performance evaluation practices of Australian manufacturers. Monograph nº. 8 (University of Sydney), 1991.

DRURY, C. et al. A survey of management accounting practices in UK manufacturing companies. Certified Research Report – Chartered Association of Certified Accountants, 1993.

EL-SHISHINI, H. M. The use of management accounting techniques at hotels in Bahrain. Review of Integrative Business and Economics Research, v. 6, n. 2, p. 78, 2017.

FERREIRA JÚNIOR, A. N.; SILVA, T. B. de J.; LIMA FILHO, R. N. A influência da contabilidade gerencial no desempenho econômico-financeiro das empresas de cerâmica vermelha de Senhor do Bonfim – BA. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, Bahia, v. 1, n. 1, p. 72-85, jan./dez. 2011.

FIEPI – Federação das Indústrias do Estado do Piauí. Cadastro Industrial do Piauí 2013/2014. Piauí: FIEPI, 2013.

FREZATTI, F. et al. Controle gerencial: uma abordagem da contabilidade gerencial no contexto econômico, comportamental e sociológico. São Paulo: Atlas, 2009.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5.ed. São Paulo: Atlas, 2016.

GILIO, L.; AFONSO, L. E. Aproximação entre contabilidade gerencial e contabilidade financeira com a convergência contábil brasileira às normas IFRS. In: Congresso da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis – ANPCONT, 6., 2012, Florianópolis. Anais [...] Santa Cataria: ANPCONT, 2012. Disponível em: http://congressos.anpcont.org.br/congressos-antigos/vi/images/ccg%20230.pdf. Acesso em: 12 mai. 2016.

GHOSH, B. C.; CHAN, Yoke-Kai. Management accounting in Singapore-well in place? Managerial Auditing Journal, v. 12, n. 1, p. 16-18, 1997.

GRANDE, J. F.; BEUREN, I. M. Mudanças nas práticas de contabilidade gerencial de empresas. Revista de Administração FACES Journal, Minas Gerais, v. 2, n. 3, p. 84-104, jul./set. 2011.

HUSSAIN, M. M.; GUNASEKARAN, A.; LAITINEN, E. K. Management accounting systems in Finnish service firms. Technovation, v. 18, n. 1, p. 57-67, 1998.

INTERNATIONAL FEDERATION OF ACCOUNTANTS – IFAC. International management accounting practice statement: management accounting concepts. New York, 1998.

IUDÍCIBUS, S. Contabilidade Gerencial. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

JOHNSON, H. T.; KAPLAN, R. S. A relevância da contabilidade de custos. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1996.

JOHNSON, H. T.; KAPLAN, R. S. Relevance lost: the rise and fall of management accounting. Boston: Harvard Business School, 1987.

LUZ, T. G. G. da. Utilização de artefatos de Contabilidade Gerencial: uma análise em empresas do segmento de material de construção localizadas no município de Ubajara – CE no ano de 2014. 2015. 21 f. Artigo (Especialização Contabilidade Organizacional Auditoria e Controle Externo) – Faculdade UNICE, Instituto de Educação Superior de Fortaleza, Fortaleza – CE. 2015.

MACOHON, E. R.; BEUREN, I. M. Estágios evolutivos da contabilidade gerencial que preponderam em um pólo industrial moveleiro. Revista Catarinense da Ciência Contábil - CRCSC, Santa Catarina, v. 15, n. 45, p. 09-22, mai./ago. 2016.

MARASSI, R. B.; REIF, E.; REIS, L. G. A institucionalização de práticas de contabilidade gerencial com auxílio de uma consultoria gerencial em uma rede de farmácias. Revista da Micro e Pequena Empresa, Campo Limpo Paulista, v. 9, n. 3, p. 65-81, 2015.

MÁRIO, P. do C. et al. A utilização de instrumentos de contabilidade gerencial em entidades do terceiro setor. Sociedade, Contabilidade e Gestão, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, p. 64-79, jan./abr. 2013.

MARQUES, C. A. Utilização das ferramentas gerenciais nas indústrias de pequeno e médio porte do segmento de confecções na cidade de Teresina. 2007. 121 f. Dissertação (Mestrado em Controladoria) – Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade e Secretariado, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007.

MARTIN, N. C. Da contabilidade à controladoria: a evolução necessária. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, v. 13, n. 28, p. 7-28, jan./abr. 2002.

MEJÍA, D. A. C. et. al. Los indicadores de costos: una herramienta para gestionar la generación de valor en las empresas industriales colombianas. Estudios Gerenciales, Cali, v. 34, n. 147, p. 190-199, June 2018.

MIRANDA, C. de S.; RICCIO, E. L.; MIRANDA, R. A. de M. Atividades da contabilidade gerencial sob a ótica de docentes e profissionais de mercado. Revista Ambiente Contábil, Natal, v. 5, n. 1, p. 112-131, jan./jun. 2013.

MIRANDA, H. de O. A história da contabilidade gerencial. 2003. 18 f. Artigo (Bacharel em Ciências Contábeis) – Universidade Católica de Brasília, Brasília – DF. 2003.

MURTHY, V.; ROONEY, J. The Role of management accounting in Ancient India: evidence from the Arthasastra. Journal of Business Ethics, v. 152, n. 2, p. 323-341, 2016.

PADOVEZE, C. L. Contabilidade gerencial: um enfoque em sistema de informação contábil. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

PARISI, C.; MEGLIORINI, E. (Org.). Contabilidade gerencial. São Paulo: Atlas, 2011.

PINTO, O. O. G. Simulación del modelo de negocio de la ETB: de la contabilidad financiera a la simulación de la estrategia corporativa. Cuadernos de Contabilidad, Bogotá, v. 19, n. 48, p. 1-14, mar. 2019.

REIS, A. M. dos; TEIXEIRA, A. J. C. Utilização de artefatos de contabilidade gerencial nas Sociedades Cooperativas Agropecuárias de Minas Gerais e sua relação com porte e desempenho financeiro. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, Brasília, v. 7, n. 4, p. 355-371, out./dez. 2013.

RIBEIRO, R. R. M. et al. Produção científica brasileira em custos: um estudo descritivo do Congresso USP de Controladoria e Contabilidade. In: Congresso USP de Iniciação Científica em Contabilidade, 11., 2014, São Paulo. Anais [...] São Paulo, 2014.

SCAPENS, R. W. Understanding management accounting practices: a personal journey. The British Accounting Review. v. 38, n. 1, p. 1-30, 2006.

SOUTES, D. O. Uma investigação do uso de artefatos da contabilidade gerencial por empresas brasileiras. 2006. 116 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo – SP, 2006.

SOUZA, R. A. P. de; RIOS, R. P. Contabilidade gerencial como ferramenta para gestão financeira nas microempresas: uma pesquisa no município de São Roque – SP. Revista Eletrônica Gestão e Negócios, São Roque, v. 2, n. 1, p. 1-18, 2011.

SULAIMAN, M. B.; AHMAD, N. N. N.; ALWI, N. Management accounting practices in selected Asian countries: a review of the literature. Managerial Auditing Journal, v. 19, n. 4, p. 493-508, 2004.

TEIXEIRA, A. J. C. et al. A utilização de ferramentas de contabilidade gerencial nas empresas do estado do Espírito Santo. Brazilian Business Review, Espírito Santo, v. 8, n. 3, p. 108-127, jul./set. 2011.

WANDERLEY, C.; CULLEN, J. Management accounting change: a review. BASE – Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, São Leopoldo, v. 10, n. 4, p. 294-307, out./dez. 2013.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2019.v12i2.660

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Foco

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.