Grau de consciência ambiental e consumo ecológico dos estudantes de Ciências Biológicas e de Engenharia Florestal de uma IES em Patos-PB

Adriele Mércia Souza de Assis, Mayara Santiago Monteiro, Ricardo Ribeiro Rocha Marques

Resumo


A consciência ambiental é um aspecto que leva as pessoas a terem uma predisposição ao consumo ecológico. Este último atrai a atenção de empresas que investem ou pretendem investir em produtos ou serviços “verdes”. Nessa perspectiva, o presente estudo buscou analisar o grau de consciência ambiental e de consumo ecológico dos acadêmicos dos cursos de Ciências Biológicas e de Engenharia Florestal de uma Instituição de Ensino Superior da Paraíba, no município de Patos-PB. Quanto à metodologia, utilizou-se do método quantitativo, do tipo descritivo e com levantamento de campo para obter os resultados. Desse modo, identificou-se que os estudantes possuem potenciais traços de consciência ambiental, visto que são capazes de reconhecer atitudes que podem ser adotadas para a preservação do meio ambiente. Além disso, os discentes dispõem de uma potencialidade para se tornarem consumidores ecologicamente corretos, tendo em vista a utilização de determinados critérios de relativos aspectos ambientais durante suas compras. Logo, é presumível que os conhecimentos acerca do meio ambiente que estes indivíduos obtêm em seus cursos, exerçam certa influência nas suas decisões de compra. Por fim, são apresentadas as considerações finais com as limitações da pesquisa e as sugestões para futuros trabalhos.

 

Environmental awareness is an aspect that leads people to have a predisposition to ecological consumption which attracts the attention of companies that invest or intend to invest in "green" products or services. In this perspective, this study aimed to analyze the degree of environmental awareness and ecological consumption of the academics of the Biological Sciences and Forestry Engineering courses of a higher education institution of Paraíba, in the municipality of Patos -PB. Regarding the methodology, the descriptive- quantitative method was used through field research to obtain the results. Thus, it was identified that the students have potential traits of environmental awareness, since they are able to recognize attitudes that can be adopted in order to the preserve the environment. In addition, the students have the potential to become ecologically correct consumers, considering the use of certain criteria of relative environmental aspect during their purchases. Therefore, it is presumed that the knowledge about the environment that these individuals obtain in their courses influence their purchasing decisions. Finally, the final considerations with the limitations of the research and the suggestions for future work are presented.


Palavras-chave


Consumo ecológico; Consciência Ambiental; Ensino Superior

Texto completo:

PDF

Referências


AFONSO, M. H. F.; BORNIA, A. C.; ECHEGARAY, F.; ANDRADE, D. F. Comportamento de Consumo Sustentável: Mensuração com o uso da Teoria da Resposta ao Item. Revista Gestão.Org, v. 14, Edição Especial, 2016.

AFONSO, T.; DIAS AFONSO, B. P.; DEUS, E. G. S. Q. Consciência ambiental, atitudes e intenção de uso das sacolas plásticas não-recicláveis. GeAS - Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, v. 3, n. 1. Jan./Abr. 2014

ALVES, S. H.; PINHEIRO, D. K.. Avaliação do grau de consciência ambiental, do consumo ecológico e dos critérios de compra utilizados por consumidores da região central de São Leopoldo - RS. Revista Eletrônica do Curso de Especialização em Educação Ambiental da UFSM, vol.(3), n°3, p. 373– 388, 2011.

BATTISTELLA , L. F.; VELTE, R. A. N.; GROHMANN, M. Z.; CASASOLA, F. P. Aplicação da Escala-NEP para a Mensuração da Consciência Ecológica de Professores Universitários: perfil e implicações para estudos futuros. Desenvolvimento em questão, ano 10, n. 19, jan./abr. 2012.

BECK, C. G.; PEREIRA, R. C. F. Preocupação ambiental e consumo consciente: os meus, os seus e os nossos interesses. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade – GeAS. São Paulo, v.1, nº2, p.51-78, Jul/Dez, 2012.

BEDANTE, G. N.; SLONGO, L. A. O comportamento de consumo sustentável e suas relações com a consciência ambiental e a intenção de compra de produtos ecologicamente embalados. Anais do Encontro de Marketing, Atibaia, SP, Brasil, 2004.

BERNARDINO, D. C. S.; NETO, A. P. S.; SILVA, H. F.; GUIMARÃES, S. O. Os estudantes de engenharia florestal da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e o consumo consciente. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, Centro Científico Conhecer - Goiânia, vol.7, N.12, 2011.

BERTOLINI, G. R. F.; POSSAMAI, O. Proposta de Instrumento de Mensuração do Grau de Consciência Ambiental, do Consumo Ecológico e dos Critérios de Compra dos Consumidores. Revista de Ciência & Tecnologia, v. 13, nº 25/26 – pp. 17-25, 2005.

BERTOLINI, G. R. F.; POSSAMAI, O.; BRANDALISE, L. T. A percepção dos consumidores de produtos ecologicamente corretos: um estudo de caso em pequena empresa. Revista da Micro e Pequena Empresa, Campo Limpo Paulista, v.3, n.1, p.99-119, 2009.

BRASIL, Constituição da República Federativa do Brasil, artigo 225, § 1º, capítulo VI - do Meio Ambiente, 1988.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental. O que o brasileiro pensa do meio ambiente e do consumo sustentável: Pesquisa nacional de opinião: principais resultados. Rio de Janeiro, 2012.

BUTZKE, I. C.; PEREIRA, G. R.; NOEBAUER, D. Sugestão de indicadores para avaliação do desempenho das atividades educativas do sistema de gestão ambiental – SGA da Universidade Regional de Blumenau. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, 2002. Disponível em: http://www.fisica.furg.br/mea/remea/congress/artigos/ comunicacao13.pdf.

COELHO, H. J.; SILVA, S. L. C.; CARREGOSA, E. A. Nível de consciência ambiental de discentes dos VI e VII semestres do curso de licenciatura em Ciências Biológicas. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.8, N.14; p. - 1768, 2012.

DIAS, R. Marketing ambiental: ética, responsabilidade social e competitividade nos negócios. 5. reimpr. São Paulo: Atlas, 2012.

DONAIRE, D. Gestão Ambiental na empresa. – 2. ed. – 15 reimpr. – São Paulo: Atlas, 2011.

FREDERICO, E.; QUEVEDO-SILVA, F.; FREIRE, O. B. L. Conquistando a confiança do consumidor: minimizando o gap entre consciência ambiental e consumo ambiental. GeAS – Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, v. 2, n. 2, p. 50-70, jul./dez. 2013.

GARCIA, M. S. A. et al. El consumidor ecológico: un modelo de comportamiento a partir de la recopilación y análisis de la evidencia empírica. Distribución y Consumo, ano 13, 67(4): 1-53, jan./fev. 2003

GONÇALVES-DIAS, S. L. F.; TEODÓSIO, A. S. S.; CARVALHO, S.; SILVA, H. M. R. Consciência ambiental: um estudo exploratório sobre suas implicações para o ensino de administração. RAE-eletrônica, v. 8, n. 1, Art. 3, jan./jun. 2009. Disponível em: http://www.rae.com.br/eletronica/index.cfm?FuseAction=Artigo&ID=4859&Secao=ARTIGOS&Volume=8&Numero=1&Ano=2009.

LONGO, B. C.; FIEDLER, L.; RIBEIRO, I.; TAGLIAPIETRA, O. M.; BERTOLINI, G. R. F. Análise do consumo ecológico e da consciência ambiental dos cidadãos cascavelenses. 5º Fórum Internacional Ecoinovar. Rio Grande do Sul, 2016.

MARTINS, M. R. S.; SILVA, J. G. F. O sistema de gestão ambiental baseado na ISO 14000: Importância do instrumento no caminho da sustentabilidade ambiental. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental - REGET, v. 18 n. 4, p.1460-1466, Dez. 2014.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental, 2012.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA). Responsabilidade Socioambiental. 2016. Disponível em: http://www.mma.gov.br/responsabilidade-socioambiental.

SARMENTO, R. F.; CARVALHO, J. R. M.; CÂNDIDO, G. A.; CARVALHO, E. K. M. A. Consciência Ambiental: Uma Investigação junto aos Discentes de Ciências Contábeis da Federal de Campina. Revista Contemporânea de Contabilidade, vol. 9, núm. 17, enero-junio, 2012, pp. 83-101. Disponível em: .

STOFFEL, J. A.; COLOGNESE, S. A. O desenvolvimento sustentável sob a ótica da sustentabilidade multidimensional. Rev. FAE, Curitiba, v. 18, n. 2, p. 18 - 37, jul./dez. 2015.

VICENTE, A. R. P.; BERTOLINI, G. R. F. Identificação do consumo ecológico e da consciência ambiental dos servidores técnicos da Unioeste campus Cascavel. Cascavel, 2010.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2018.v11i3.581

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Foco

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.