ANÁLISE DA MOTIVAÇÃO DE PESSOAS: um estudo baseado em princípios da Hierarquia de Necessidades de Maslow

Vander Luiz Silva, Camila Maria Uller, Jordana Dorca Santos, Fabiane Avanzi Rezende

Resumo


A motivação é um tema complexo, abordado por diversos pesquisadores que elaboraram teorias visando explicar o fenômeno motivacional e sua influência sobre o comportamento humano. Entre as teorias de motivação, uma importante teoria é a Hierarquia de Necessidades de Maslow que relaciona a motivação das pessoas a um conjunto de necessidades. Sendo assim, o presente estudo teve por objetivo analisar o grau de satisfação e a questão motivacional de pessoas para as necessidades fisiológicas, de segurança, sociais, de estima e autorrealização. O estudo foi realizado em uma empresa do setor mecânico, localizada na região Centro Ocidental do Paraná. Para a realização do estudo, foi aplicado um questionário a 40 pessoas, de diferentes características, como idade, gênero, escolaridade e renda familiar. Com base nos resultados, constatou-se que, de maneira geral, os entrevistados estão satisfeitos pelo atendimento às necessidades fisiológicas, como alimentação, moradia, vestuário e descanso, porém, outras necessidades, dispostas em outros níveis da pirâmide de Maslow, não foram completamente atendidas e, portanto, resultam em insatisfação pela ausência de estímulos motivacionais.

 

Motivation is a complex subject, addressed by different researchers who elaborate theories aiming explain the motivational phenomenon and its influence on human behavior. Among the theories of motivation, an important theory is Maslow's Hierarchy of Needs that relates people's motivation needs set. In this way, the present study aimed to analyze the degree of satisfaction and motivational question of people for the physiological, safety, social, esteem and self-fulfillment needs. The study was accomplished in a company of the mechanical sector, located in the Western Center region of Paraná. For the study, a questionnaire was applied to 40 people, with different characteristics, such as age, gender, schooling and family income. Based on the results, it was found that, in general, the interviewees are satisfied with the physiological needs, such as food, housing, clothing and rest, but other needs, arranged in other levels of the pyramid of Maslow, do not were completely fulfilled and, therefore, result in dissatisfaction due to the absence of motivational stimuli.

 


Palavras-chave


Comportamento motivacional; Motivação humana; Teorias de motivação

Texto completo:

PDF

Referências


ARMSTRONG, M. Gerente eficaz. São Paulo: Clio Editora, 2011.

BONETTI, G. Motivação dos funcionários em um escritório de contabilidade: aplicação do modelo dos dois fatores de Frederick Herzberg. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.

BONOME, J. B. V. Teoria geral da administração. Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2009.

Borba, V. R. Utilização do Ciclo PDCA na organização do arranjo físico do laboratório de ajustagem do Instituto Federal de Santa Catarina. In: SIMPÓSIO DE INTEGRAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO SUL CATARINENSE, 2. 2013. Chapecó. Anais... Chapecó: UFSC, 2013.

BUENO, M. As teorias de Motivação Humana e sua contribuição para a empresa humanizada: um tributo a Abraham Maslow. Revista do Centro de Ensino Superior de Catalão, Catalão/GO, ano 4, n. 6, p. 1-25, 2002.

CHIAVENATO, I. Administração nos novos tempos. 2., ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

FERREIRA, A.; DEMUTTI, C. M.; GIMENEZ, P. E. O. A Teoria das Necessidades de Maslow: A Influência do Nível Educacional Sobre a sua Percepção no Ambiente de Trabalho. In: SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO (SEMEAD), 13. 2010. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: 2010.

FERREIRA, A.; VILAS BOAS, A. A.; ESTEVES, R. C. P. M.; FUERTH, L. R.; SILVA, S. Teorias de motivação: uma análise da percepção das lideranças sobre suas preferências e possibilidade de complementaridade. In: SIMPÓSIO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 13., 2006, Bauru/SP. Anais... Bauru/SP: 2006.

FGV. Fundação Getúlio Vargas. Renda Familiar das Classes, 2016. Disponível em: < http://cps.fgv.br/qual-faixa-de-renda-familiar-das-classes>. Acesso em 15 março 2017.

FRAGA, L. D. Motivação nas organizações. Revista Católica, Uberlândia, v.3, art. 05, p. 1-15, 2011.

GARETH, R. J.; GEORGE, J. M. Fundamentos da Administração Contemporânea. São Paulo: McGraw Hill, 2012.

GAVIOLI, E.; GALEGALE, N. V. Hierarquia das necessidades associadas aos tipos psicológicos. São Paulo: CEETEPS, 2007.

HESKETH, J. L.; COSTA, M. T. P. M. Construção de um instrumento para medida de satisfação no trabalho. Rev. Adm. Emp., Rio de Janeiro, v. 20, n. 3, p. 59-68, 1980.

IVANCEVICH, J. M. Gestão de recursos humanos. 10., ed. Porto Alegre: AMGH, 2008.

MARSON, L. S. C.; RODRIGUES, M. V.; CALDERÓN, P. A. L.; SANTOS, I. C. A relação entre motivação e qualidade de vida no trabalho: um estudo com técnicos administrativos de uma universidade pública do estado do Rio de Janeiro. In: VII CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO, 2011, Niterói/RJ. Anais... Niterói/RJ: 2011.

MATSUOKA, L. T.; SILVA, J. J. Os eventos e a hierarquia das necessidades humanas de Maslow: conjecturas na sociedade contemporânea. Colloquium Humanarum, Presidente Prudente, v. 10, p. 633-639, 2013.

MCSHANE, S. L.; VON GLINOW, M. A. Comportamento Organizacional. 6., ed. Porto Alegre: McGraw Hill Brasil, 2014.

MOURA, R. GOMES; LOPES, P. DE L.; PEREIRA, F. C . As Teorias de Maslow e Hezberg Aplicas em uma Fundição o Município de Barra do Piraí como Ferramenta de Desenvolvimento Organizacional: um Estudo de Caso. In: SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 11. 2014. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: 2014.

OLIVEIRA, F. M. P. A importância do fator de remuneração na motivação humana para o trabalho. 2008. 56 f. Conclusão de curso (Especialização em Administração Judiciária) – Universidade Estadual Vale do Aracaú, Fortaleza, 2008.

PEREIRA, F. K. S. Variações motivacionais em ambientes de remuneração variável: um estudo com os valores pessoais. 2011. 162 f. Conclusão de curso (Mestrado em Administração) – Universidade FUMEC, Belo Horizonte, 2011.

RAMOS, D. M. Assédio moral como fator de baixa motivação e qualidade de vida no trabalho. Rio de Janeiro: Universidade Cândido Mendes, 2007.

REZENDE, F. Motivação: a sua importância no processo de educação. 1., ed. Rio de Janeiro: Clube de Autores, 2008.

ROCHA, J. A. O. Gestão de Recursos Humanos na Administração Pública. 3., ed. Lisboa: Escolar Editora, 2005.

SANTOS, C. J. G. Tipos de pesquisa, 2002. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2014.

SEBRAE – Serviço Brasileiro de apoio às Micro e Pequenas Empresas. Participação das micro e pequenas empresas na economia brasileira. Brasília: SEBRAE, 2014.

SILVA, A.; WOLF, L.; COSTA, M. C.; COSTA, S.; MAGRO, T. Motivação no trabalho. Portugal: Universidade do Minho, 2006. Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2016.

SILVA, V. L.; ULLER, C. M.; REZENDE, F. A. Identificação de estímulos de motivação. In: Congresso Brasileiro de Engenharia de Produção. 5., 2015. Ponta Grossa/PR. Anais... Ponta Grossa: UTFPR, 2015.

VIEIRA, C. B.; BOAS, A. A. V.; ANDRADE, R. O. B.; OLIVEIRA, E. R. Motivação na Administração Pública: considerações teóricas sobre a aplicabilidade dos pressupostos das teorias motivacionais na esfera pública. Revista ADMpg Gestão Estratégica. Ponta Grossa, v. 4, n. 1, p. 1-18, 2011.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 9., ed. São Paulo: Atlas, 2007.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2017.v10i2.365

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.